50 palavras vindas do francês

livro em português

ou livro em francês

R$52

A história fascinante de 50 palavras vindas do francês entradas na língua portuguesa, como Abajur, “abater o dia, abater a luz”, Bufê, Boné, Garçom, Gravata (de mercenários croatas!), Restaurante, Rendez-vous ou ainda Réveillon!

 

Um livro elogiado pelo famoso Professor Deonisio da Silva, a referencia em termo de etimologia no Brasil, na sua coluna da revista Caras, e também na sua intervenção semanal na radio BandNew .

​Com 50 ilustrações humorísticas 

Contata-me e

Peça sua dedicatoria personalizada!

Em francês ou em português

Já enviamos para todo o Brasil.

De Curitiba até Belém, de São Paolo até Salvador

sem esquecer Brasília e Rio de Janeiro 

021 -99501 - 4788

aulas.frances@hotmail.com

@profdom.fr

dominiqueboyer22@gmail.com

e-book

em português

R$7   25 palavras Abajur até Creme   1,70 €

https://go.hotmart.com/I11823131C  

R$7   25 palavras Crochê até Sutiã   1,70 €

https://go.hotmart.com/X11823596W

en français

R$7   25 mots de Abajur à Creme   1,70 € https://go.hotmart.com/Y11821231A  

R$7   25 mots de Crochê à Sutiã   1,70 €

https://go.hotmart.com/W11821848U  

PROMOÇÂO nas duas linguas !!!

R$25   as 50 palavras  6    

versão em português + version en français

https://go.hotmart.com/W11824295Y

Reveillon ( versão em português) :

- Je me réveille, tu te réveilles, il se réveille, nous nous réveillons...

- O que é isso, professor? Parece o nosso “Réveillon”!

- Claro! Pois Réveillon é uma palavra francesa! Aliás, você concorda que uma palavra acabando em “-eillon” não pode ser de origem portuguesa, certo?

- Ah... verdade! Nunca tinha pensado nisso...

É por causa dessa palavra Réveillon que pensei, num dia, em escrever um livro sobre as palavras portuguesas de origem francesa. Então, se esse livro existe, é graças ao Réveillon, a quem agradeço.

A origem é muito simples: da mesma forma que o verbo latim vigilare, significando “ficar acordado” ou ainda “vigiar”, fez surgir em português palavras tais como “vigia”, “vigilância” ou ainda “vigilante”, seu irmão evigilare que significava “acordar-se” deu em francês o verbo Réveiller e o substantivo Réveillon...

 

Cravate ( version en français)

Cette fois, nous nous rendons en Croatie, qui après avoir passé 40 ans au sein de la Yougoslavie, le pays des “Slaves du sud”, est redevenue un pays indépendant. En effet, le mot "cravate" est une adaptation française du terme "croate”, c’est à dire, simplement, les habitants de ce pays.

Mais comment ces Croates sont-ils arrivés en France?

Initialement, pour leurs talents militaires.

Cette fois, nous devons revenir au temps, non pas du célèbre Louis XIV, mais à celui de son père Louis XIII, célèbre pour ses Mousquetaires qui combattaient les gardes du Premier ministre, le cardinal de Richelieu. La ville brésilienne de São Luis do Maranhão a été fondée en son honneur alors qu’il était encore enfant, même si cet hommage permettait en même temps de célébrer son ancêtre Louis IX, si pieux qu’on l’appelait Saint-Louis. Pour ceux, Brésiliens ou Français, qui veulent saluer ce roi Louis XIII à Paris, c’est sa statue qui se trouve au centre de la fameuse Place des Vosges.

C’est en effet sous le règne de ce roi, en 1643...